Menuidioma

Trabalho sobre BVS Nethis é aprovado para a XI Jornada APDIS

  • 14 de Fevereiro de 2014

A Comissão Científica da XI Jornada APDIS – Associação Portuguesa de Documentação e Informação de Saúde – aprovou para apresentação oral o trabalho “BVS Bioética e Diplomacia em Saúde: uma biblioteca inovadora”, de autoria da bibliotecária do Núcleo de Estudos de Bioética e Diplomacia em Saúde (Nethis) e responsável pela BVS Nethis, Neilia Almeida, do coordenador do Núcleo, José Paranaguá e da pesquisadora associada, Alejandra Carrillo. A XI Jornada discutirá o tema: “As Bibliotecas da Saúde: que futuro?”, nos dias 27 e 28 de março, em Lisboa, Portugal.

O título do trabalho “BVS Bioética e Diplomacia em Saúde: uma biblioteca inovadora” resume a atuação desta BVS, que se dedica a disponibilizar a intersecção entre os campos da Bioética, das Relações Internacionais e da Saúde Pública. A escassez de acervo sobre a temática impulsionou a criação da Biblioteca Virtual em Saúde de Bioética e Diplomacia (BVS Nethis), em julho de 2011. Desde sua última contagem, em janeiro de 2014, a BVS dispõe de 467 documentos. Mais 181 documentos selecionados estão em processo de inserção na base de dados.

Devido à especificidade da temática da BVS Bioética e Diplomacia em Saúde, a gestão dos documentos do acervo é realizada por uma Comissão de Seleção Científica. A Comissão é composta por um coordenador, um bibliotecário, pesquisadores e especialistas com notório saber. Os documentos selecionados são categorizados de acordo com os seguintes critérios: temas relacionados aos campos da Bioética, da Saúde Pública e das Relações Internacionais; os temas de Bioética e de Saúde Pública; sobre Saúde Pública e Relações Internacionais; e Relações Internacionais e Bioética.

Após as categorizações, especialistas com notório saber revisam se as classificações estão corretas ou discutem caso a caso se houver dúvida em algum documento. “Esta BVS destaca-se pela temática inovadora, pelo desenvolvimento de uma metodologia própria para o processo de seleção bibliográfica do acervo e pela iniciativa pioneira do uso da plataforma Dspace no âmbito da rede BVS Brasil”, afirma Almeida. O Dspace é um repositório institucional que a BVS Nethis adota para a inclusão dos itens bibliográficos indisponíveis em outras bases de dados, mas pretende-se torná-lo o repositório de todas as publicações do Nethis independente de seu formato, como por exemplo: vídeos, documentos em PowerPoint, entre outros.A Comissão Científica da XI Jornada APDIS – Associação Portuguesa de Documentação e Informação de Saúde – aprovou para apresentação oral o trabalho “BVS Bioética e Diplomacia em Saúde: uma biblioteca inovadora”, de autoria da bibliotecária do Núcleo de Estudos de Bioética e Diplomacia em Saúde (Nethis) e responsável pela BVS Nethis, Neilia Almeida, do coordenador do Núcleo, José Paranaguá e da pesquisadora associada, Alejandra Carrillo. A XI Jornada discutirá o tema: “As Bibliotecas da Saúde: que futuro?”, nos dias 27 e 28 de março, em Lisboa, Portugal.

O título do trabalho “BVS Bioética e Diplomacia em Saúde: uma biblioteca inovadora” resume a atuação desta BVS, que se dedica a disponibilizar a intersecção entre os campos da Bioética, das Relações Internacionais e da Saúde Pública. A escassez de acervo sobre a temática impulsionou a criação da Biblioteca Virtual em Saúde de Bioética e Diplomacia (BVS Nethis), em julho de 2011. Desde sua última contagem, em janeiro de 2014, a BVS dispõe de 467 documentos. Mais 181 documentos selecionados estão em processo de inserção na base de dados.

Devido à especificidade da temática da BVS Bioética e Diplomacia em Saúde, a gestão dos documentos do acervo é realizada por uma Comissão de Seleção Científica. A Comissão é composta por um coordenador, um bibliotecário, pesquisadores e especialistas com notório saber. Os documentos selecionados são categorizados de acordo com os seguintes critérios: temas relacionados aos campos da Bioética, da Saúde Pública e das Relações Internacionais; os temas de Bioética e de Saúde Pública; sobre Saúde Pública e Relações Internacionais; e Relações Internacionais e Bioética.

Após as categorizações, especialistas com notório saber revisam se as classificações estão corretas ou discutem caso a caso se houver dúvida em algum documento. “Esta BVS destaca-se pela temática inovadora, pelo desenvolvimento de uma metodologia própria para o processo de seleção bibliográfica do acervo e pela iniciativa pioneira do uso da plataforma Dspace no âmbito da rede BVS Brasil”, afirma Almeida. O Dspace é um repositório institucional que a BVS Nethis adota para a inclusão dos itens bibliográficos indisponíveis em outras bases de dados, mas pretende-se torná-lo o repositório de todas as publicações do Nethis independente de seu formato, como por exemplo: vídeos, documentos em PowerPoint, entre outros.