Menuidioma

Fiocruz Brasília recebe Seminário Internacional do MDS

  • 31 de Março de 2014

A ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Tereza Campello, abriu na manhã de segunda-feira, 31 de março, o 9º Seminário Internacional: Políticas Sociais para o Desenvolvimento, no auditório da Fundação Oswaldo Cruz Brasília. O encontro reúne até o dia 4 de abril, representantes de 18 países, que vieram conhecer as experiências sociais do governo brasileiro, como o programa Bolsa Família e o Plano Brasil Sem Miséria.

O assessor internacional da Fiocruz Brasília e coordenador do Núcleo de Estudos sobre Bioética e Diplomacia em Saúde (Nethis), José Paranaguá, recebeu a ministra e o subsecretário-geral do Ministério de Relações Exteriores, Carlos Antonio Paranhos, na mesa de abertura. “Essa casa centenária, que nos últimos anos pratica a cooperação Sul-Sul de acordo com os princípios de solidariedade, direitos humanos e respeito aos outros povos, tem a honra de receber este seminário. As experiências que estamos desenvolvendo estão coerentes com a orientação da política de cooperação internacional brasileira”, disse Paranaguá, representante do presidente da Fiocruz, Paulo Gadelha, no evento.

Campello agradeceu a acolhida da Fiocruz e ressaltou que as pesquisas com doenças ligadas à pobreza desenvolvidas pela Fundação contribuem muito para os programas do MDS. A ministra ressaltou que além de mostrar os programas sociais e seus resultados, espera trocar experiências com outros países e reavaliar os próprios programas. “Preciso ressaltar que no Brasil os programas sociais dão certo porque o social faz parte do modelo estratégico de desenvolvimento econômico. Só assim garantiremos inclusão social e desenvolvimento sustentáveis”, disse.

Paranhos afirmou que os países envolvidos com o seminário compartilham do mesmo desejo brasileiro de melhorar a condição de vida de suas populações, reduzir a pobreza e as desigualdades. Ele observou que os desafios do Brasil e dos países presentes são similares. “Esperamos que as nossas experiências sirvam de exemplo para alcançar os objetivos de vocês”, finalizou.

Os principais programas que serão debatidos durante o Seminário Internacional são: o Programa Bolsa Família; Cadastro Único de Programas Sociais; Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional; Sistema Único de Assistência Social; Plano Brasil Sem Miséria e Avaliação e Gestão da Informação de Programas Sociais.

PLATAFORMA – A ministra falou ainda sobre a plataforma World Without Poverty (WWP), projeto que resultou de um esforço global para a produção de conhecimento sistemático e compartilhamento de experiências bem-sucedidas no combate à fome e à pobreza, que podem ser replicadas em outros países.

Participam delegações de Angola, Argélia, Argentina, China, Costa do Marfim, El Salvador, Gâmbia, Gana, Guatemala, Guiana, Kuwait, Mauritânia, México, Paquistão, Suíça, Suriname, Tunísia e Zâmbia.

Com informações da Ascom/MDS.