Menuidioma

Criada Câmara Técnica de Cooperação Internacional da Fiocruz

  • 25 de Novembro de 2013

Primeira reunião ocorreu em 21 de novembro, na Residência Oficial, no Rio de Janeiro. Coordenador do Nethis representou a Fiocruz Brasília Reforçar os pontos focais de cooperação internacional das unidades de Fiocruz e fomentar o intercambio entre eles. Esses foram os primeiros desafios traçados na primeira reunião da Câmara Técnica de Cooperação Internacional da Fiocruz, no último dia 21, na Residencial Oficial, no Rio de Janeiro.

A CT de Cooperação Internacional foi instituída em portaria da presidência (913/2013-PR) para prestar apoio técnico e gerencial a presidência, o Conselho Deliberativo e as unidades da Fiocruz. O objetivo é formular e avaliar as políticas institucionais e a promoção de articulação entre as diversas iniciativas de cooperação da Fundação.

As atividades atribuídas à CT de Cooperação Internacional são desempenhadas atualmente pelo Centro de Relações Internacionais em Saúde (Cris/Fiocruz), que promove e acompanha os projetos de cooperação em conjunto com as unidades regionais.

A CT de Cooperação Internacional é coordenada pelo coordenador do Cris, Paulo Buss, que abriu o dia de reunião com um panorama da cooperação internacional em saúde desenvolvida pela Fiocruz. Seguido pelo coordenador adjunto do Cris, José Roberto Ferreira, que falou sobre a gestão da cooperação internacional e cooperação no âmbito das relações Norte-Sul.

O assessor internacional para a África do Cris, Luiz Eduardo Fonseca, apresentou os detalhes da cooperação internacional em saúde da Fiocruz no âmbito da África e Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (Palop).

O assessor para a União de Nações Sul-Americanas (UNASUL) e para a América Latina, Álvaro Matida, explicou sobre a cooperação no âmbito da UNASUL e de demais países da América Latina. O responsável pela coordenação logística da reunião e também assessor internacional do Cris, Pedro Burger, apresentou o relatório de atividades de cooperação internacional.

O coordenador do Nethis e Assessor Internacional da Fiocruz Brasília, José Paranaguá de Santana, representou a unidade na Câmara Técnica.