Menuidioma

AGO/2011 – Bioética e Vulnerabilidade Social vis-à-vis a Cooperação Sul-Sul

  • 28 de Agosto de 2011

Tema: Bioética e Vulnerabilidade Social vis-à-vis a Cooperação Sul-Sul

Expositor: Miguel Montagner
Professor do Programa de Pós-Graduação da Cátedra UNESCO de Bioética da UnB
Debatedor: José Paranaguá de Santana
Consultor da Opas/Oms no Brasil, Coordenador do Projeto NETHIS

Resumo

Em 25 de agosto ocorreu o sétimo encontro do ano de 2011 do “Ciclo de Debates sobre Bioética, Diplomacia e Saúde”, promovido pelo Núcleo de Estudos sobre Bioética e Diplomacia em Saúde (NETHIS), em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Bioética da Universidade de Brasília, com apoio da Direção Regional de Brasília da Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ Brasília) e da OPAS/OMS/Brasil. Esta reunião do Ciclo tratou do tema “Vulnerabilidade e teoria social: alguns apontamentos à luz da obra de Pierre Bourdieu” e contou com a participação, como palestrante, do Prof. Dr. Miguel Ângelo Montagner, coordenador da área Bioética das situações persistentes, do Programa de Pós-Graduação em Bioética da UnB, e professor da Faculdade de Ceilândia de UnB. Como presidente de mesa e debatedor, o evento contou com a presença do Dr. José Paranaguá de Santana, coordenador do NETHIS.

José Paranaguá de Santana destacou a importância do tema para a compreensão da aproximação entre saúde pública e ciências sociais, elemento essencial da temática interdisciplinar do NETHIS. Foi muito importante a análise que o palestrante fez dos conceitos de campo e de vulnerabilidade na obra de Pierre Bourdieu. Isso engendrou o debate sobre o uso prático de um conceito de campo. Pode-se resolver um problema que está na confluência entre três campos (diplomacia, bioética, saúde pública) sem estabelecer um campo próprio dessa intersecção? Uma hipótese é que se trate de construir um campo interdisciplinar na confluência da bioética com a diplomacia e a saúde coletiva.

Acesse o relatório (PDF)

Apresentações

Expositor: Aqui

Debatedor: Aqui