Menuidioma

Videoteca: Carlos Morel fala sobre sua trajetória profissional

  • 8 de Agosto de 2016

O professor Carlos Morel, coordenador do Centro de Desenvolvimento Tecnológico em Saúde (CDTS/Fiocruz),  e o professor Isaac Roitman, coordenador do Núcleo de Estudos do Futuro (n-Futuros), gravaram o Programa Diálogos da UnB TV, em junho de 2016.  Morel falou sobre a sua trajetória profissional, o pioneirismo na biologia molecular da UnB, o período de doutorado na Suíça e o retorno à Universidade em 1972. Anos mais tarde, foi para o Instituto Oswaldo Cruz (IOC) implantar o departamento de bioquímica e biologia molecular, que se tornou referência internacional em transferência de tecnologia.

Morel ocupou dois cargos no mesmo período, como diretor do IOC e vice-presidente da Fiocruz. Entre 1993 e 1997, foi presidente da Fundação. Ele destaca a informatização da Fiocruz como um de seus principais legados. “Uma das coisas que fiz foi passar 16 quilômetros de fibra óptica unindo dois grandes departamentos, colocando uma internet profissional, e fomos uma liderança entre as instituições em tentar conectar a Fiocruz na rede mundial de internet”, relembra. Confira a íntegra da entrevista do diretor do CDTS:

PROGRAMA DIÁLOGOS UnB TV – A gravação do Programa Diálogos da UnB TV ocorre mensalmente após a sessão do VII Ciclo de Debates sobre Bioética, Diplomacia e Saúde Pública, promovido pelo Nethis/Fiocruz Brasília. No mês de junho, Morel foi o palestrante convidado e falou sobre com o tema “Saúde Pública e Ciência Translacional: sinergia ou antagonismo“, com o coordenador de mesa Isaac Roitman.

Confira os vídeos produzidos pelos Nethis aqui.