Menuidioma

Rotulagem de alimentos: Anvisa abre consulta pública

  • 1 de Novembro de 2019

Vai até 6 de novembro o prazo para os interessados encaminharem a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) contribuições sobre a proposta de regulamentação que prevê a rotulagem nutricional frontal de alimentos no Brasil. Uma das principais mudanças que está em consulta é o modelo de advertência que inclui o desenho de uma lupa na parte da frente das embalagens dos alimentos. O alerta informará se há alto teor de açucares adicionados, gorduras ou sódio.

Clique aqui para enviar comentários e sugestões à proposta da Agência. São duas consultas abertas: a CP 707, que trata do modelo de rotulagem frontal, entre outras disposições; e a CP 708, que se refere à instrução normativa com os requisitos técnicos relacionados à rotulagem dos alimentos pelas indústrias.

De acordo com a Anvisa, a nova regulamentação tem por objetivo ajudar a compreensão da rotulagem nutricional pelos consumidores para realização de escolhas alimentares.

Para o Instituto de Defesa do Consumidor (Idec), o melhor alerta é no formato de triângulo. “Iremos questionar a decisão de escolha da lupa em vez dos triângulos, já que temos evidências de que esse modelo é o mais eficiente para informar a população de forma clara e objetiva”, destaca Ana Paula Bortoletto, líder do programa de alimentação saudável do Instituto.

De acordo com um estudo do Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas em Nutrição e Saúde da Universidade de São Paulo (Nupens/USP), em parceria com pesquisadores do Idec e da Universidade Federal do Paraná (UFPR), os triângulos chamam mais a atenção do consumidor e são percebidos como mais confiáveis e úteis na hora da compra.