Menuidioma

Relações internacionais da Fiocruz ganham novo boletim

  • 24 de Novembro de 2016

fiocruz-internacionalA Fiocruz inicia hoje uma nova etapa na comunicação internacional da instituição, com o lançamento do boletim Fiocruz Internacional. Editado pela Coordenadoria de Comunicação Social (CCS) em conjunto com o Centro de Relações Internacionais em Saúde (Cris/Fiocruz), a nova publicação reunirá notícias das atividades internacionais de todas as unidades da Fiocruz, destacando a atuação da Fundação em temas como saúde global, acordos de cooperação internacional, Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, convênios, cooperação sul-sul e muito mais. Acesse aqui.
O novo boletim substitui o CrisInforma, veículo do Cris/Fiocruz editado entre 2012 e 2015, com 21 edições. O antigo informe registrou momentos importantes da atuação internacional da Fiocruz nos últimos três anos, como a parceria científica tripartite assinada com o Instituto Pasteur e a Universidade de São Paulo (USP), o seminário sobre o ebola promovido em parceria com a União de Nações Sul-Americanas (Unasul) e a criação da Câmara Técnica de Cooperação Internacional.

O Fiocruz Internacional dá continuidade à cobertura da atuação internacional da Fundação, trazendo também algumas novidades. A linguagem passa do PDF para o HTML; a periodicidade deixa de ser bimestral, para se tornar mensal; as atividades de todas as unidades da Fiocruz ganham cada vez mais importância.

A publicação é também o primeiro produto a ser lançado em parceria pela CCS e pelo Portal Fiocruz, do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz). Enquanto a edição do conteúdo ficou a cargo da CCS, o design e o desenvolvimento ficaram a encargo do Icict/Fiocruz.

Além do público interno, cerca três mil membros de órgãos internacionais de saúde, acadêmicos, diplomatas, ONGs e demais interessados em saúde global devem ser alcançados já na primeira edição. Este público deve aumentar ainda mais no próximo ano, para quando está prevista uma versão em inglês.

A primeira edição faz uma retrospectiva de eventos importantes das relações internacionais na Fiocruz, incluindo a participação no  Fórum Multissetorial sobre Ciência, Tecnologia e Inovação para os Objetivos de Desenvolvimento  Sustentável nas Nações Unidas, em Nova York, a segunda reunião da Comissão de Alto Nível de Avaliação de Equidade e Desigualdades na Saúde nas Américas, da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) e o prêmio dado pela Unesco ao diretor da Fiocruz Bahia, Manoel Barral-Netto.

Por: André Costa (Agência Fiocruz de Notícias)