Menuidioma

Curso de Atualização – Edição 2015: Recursos Didáticos

Disciplina 1 – 08/set

Desenvolvimento e Desigualdades no Contexto das Relações Internacionais

Bibliografia básica:

GADELHA, Carlos Augusto Grabois et al. O Complexo Econômico-Industrial da Saúde: elementos para uma articulação virtuosa entre saúde e desenvolvimento. Saúde em Debate, Brasília, v. 36, n. 92, p.21-30, mar. 2012. Disponível em: <http://docvirt.com/asp/acervo_cebes.asp?Bib=SAUDEDEBATE&PASTA=V.36,+N.92+-+jan&pesq=gadelha&x=53&y=12>. Acesso em: 04 out. 2015.

Bibliografia complementar:

BERLINGUER, Giovanni. Globalização e saúde global. Estudos Avançados, São Paulo, v. 13, n. 35, p.21-38, abr. 1999. UNIFESP (SciELO). DOI: 10.1590/s0103-40141999000100003. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40141999000100003>. Acesso em: 04 out. 2015..

GADELHA, Carlos Augusto Grabois. O complexo industrial da saúde e a necessidade de um enfoque dinâmico na economia da saúde. Ciênc. Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 8, n. 2, p.521-535. 2003. FapUNIFESP (SciELO). DOI: 10.1590/s1413-81232003000200015. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-81232003000200015&script=sci_arttext>. Acesso em: 04 out. 2015.

LANDES DS. A riqueza e a pobreza das nações: por que algumas são tão ricas e outras tão pobres. Rio de Janeiro: Campus; 1998.

LORENZO, Claudio et al. Hidden risks associated with clinical trials in developing countries. Journal Of Medical Ethics, Brasília, v. 36, n. 2, p.111-115. 2010. BMJ. DOI: 10.1136/jme.2009.031708. Disponível em: <http://jme.bmj.com/content/36/2/111.abstract>. Acesso em: 04 out. 2015..

SEN A. Por qué la equidad en salud? Rev Panam Salud Publica; 11(5/6): 302-309. Disponível em: <http://www.scielosp.org/pdf/rpsp/v11n5-6/10715.pdf>. Acesso em: 04 out. 2015.

 

Disciplina 2 – 09/set

A cooperação internacional: referenciais doutrinários e processos reais (o “círculo de fogo”)

Bibliografia básica:

SANTANA, José Paranaguá de; GARRAFA, Volnei. Cooperação em saúde na perspectiva bioética. Ciênc. Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 18, n. 1, p.129-137, jan. 2013. FapUNIFESP (SciELO). DOI: 10.1590/s1413-81232013000100014. Disponível em: <http://pesquisa.bvsalud.org/bioeticaediplomacia/resources/lil-662873>. Acesso em: 04 out. 2015.

Bibliografia complementar:

SANTANA, José Paranaguá de. Um olhar sobre a Cooperação Sul-Sul em Saúde. Ciênc. Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 16, n. 6, p.2993-3002, jun. 2011. FapUNIFESP (SciELO). DOI: 10.1590/s1413-81232011000600037. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-81232011000600037&script=sci_arttext>. Acesso em: 04 out. 2015.

SANTANA, José Paranaguá de; FERREIRA, José Roberto. Relevância da Bioética para a Cooperação Internacional em Saúde. Revista Brasileira de Bioética, Brasília, v. 6, n. 1-4, p.7-8, jun. 2010. Disponível em: <http://repo.bioeticaediplomacia.icict.fiocruz.br:8080/xmlui/bitstream/handle/123456789/164/relevanciadabioetica.pdf>. Acesso em: 04 out. 2015.

SANTANA, José Paranaguá de; LORENZO, Cláudio. Vulnerabilidade em Pesquisa e Cooperação internacional em Saúde.Revista Brasileira de Bioética, Brasília, v. 4, n. 3-4, p.156-169, jun. 2008. Disponível em: <http://repo.bioeticaediplomacia.icict.fiocruz.br:8080/xmlui/bitstream/handle/123456789/165/vulnerabilidade.pdf>. Acesso em: 04 set. 2015.

 GADELHA, Carlos et al. Saúde e Desenvolvimento. Informe CEIS, vol.2, n. 2, p.1-12, dez. 2011. Disponível em:<http://goo.gl/TE9JKx >. Acesso em 13 mar. 2014.

Health for sale. Direção de Michele Mellara; Alessandro Rossi. Italy: Mammut Film, 2007. (51 min.), son., color. Em espanhol. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=Uza13tHGwlY&feature=youtu.be>. Acesso em: 04 set. 2015.

 

Disciplina 3 – 10 e 11/set

Perspectivas bioéticas da regulação de produtos de uso humano vinculados a fatores de risco das doenças crônicas, no contexto das relações internacionais do Brasil.

Bibliografia básica:

MALTA, Deborah Carvalho. Álcool e doenças e agravos não transmissíveis: o monitoramento da população brasileira segundo inquéritos populacionais. In: NOGUEIRA, Roberto Passos (Org.). Observatório Internacional de Capacidades Humanas, Desenvolvimento e Políticas Públicas: estudos e análises V.2. Brasília: Unb/observarh/nesp – Fiocruz/nethis, 2015. Cap. 6. p. 135-164. Disponível em: < http://capacidadeshumanas.org/oichsite/wp-content/uploads/2015/07/OICH_EstudosAnalises2.pdf>. Acesso em: 04 set. 2015.

 MONTEIRO, Carlos Augusto; LOUZADA, Maria Laura da Costa. Ultraprocessamento de alimentos e doenças crônicas não transmissíveis: implicações para políticas públicas. In: NOGUEIRA, Roberto Passos (Org.). Observatório Internacional de Capacidades Humanas, Desenvolvimento e Políticas Públicas: estudos e análises V.2. Brasília: Unb/observarh/nesp – Fiocruz/nethis, 2015. Cap. 7. p. 167-183. Disponível em: < http://capacidadeshumanas.org/oichsite/wp-content/uploads/2015/07/OICH_EstudosAnalises2.pdf>. Acesso em: 04 set. 2015.

 RIGOTTO, Raquel Maria; AGUIAR, Ada Cristina Pontes. Invisibilidade ou invisibilização dos efeitos crônicos dos agrotóxicos à saúde?: Desafios à ciência e às políticas públicas. In: NOGUEIRA, Roberto Passos (Org.). Observatório Internacional de Capacidades Humanas, Desenvolvimento e Políticas Públicas: estudos e análises V.2. Brasília: Unb/observarh/nesp – Fiocruz/nethis, 2015. Cap. 3. p. 48-89. Disponível em: < http://capacidadeshumanas.org/oichsite/wp-content/uploads/2015/07/OICH_EstudosAnalises2.pdf>. Acesso em: 04 set. 2015.

SILVA, José Agenor Álvares da. Tabagismo: prevalência e regulação. In: NOGUEIRA, Roberto Passos (Org.). Observatório Internacional de Capacidades Humanas, Desenvolvimento e Políticas Públicas: estudos e análises V.2. Brasília: Unb/observarh/nesp – Fiocruz/nethis, 2015. p. 115-134. Disponível em: < http://capacidadeshumanas.org/oichsite/wp-content/uploads/2015/07/OICH_EstudosAnalises2.pdf>. Acesso em: 04 set. 2015.

Bibliografia complementar:

NOGUEIRA, Roberto Passos (Org.). Observatório Internacional de Capacidades Humanas, Desenvolvimento e Políticas Públicas. Brasília: Unb/observarh/nesp – Fiocruz/nethis, 2015. 299 p. Disponível em: < http://capacidadeshumanas.org/oichsite/wp-content/uploads/2015/07/OICH_EstudosAnalises2.pdf>. Acesso em: 04 set. 2015.

Disciplina 4 –11/set

A Evolução da Cooperação internacional em saúde; Atores, políticas e estratégias

 Bibliografia básica:

AMADOR, Ethel Abarca. El nuevo rostro de La cooperación técnica entre países em desarrollo (CTPD) y las nuevas tendências internacionales. Ciencias Sociales, Costa Rica, v.IV, n. 94, p.168-188, dez. 2001. Disponível em: <http://www.redalyc.org/pdf/153/15309413.pdf>. Acesso em: 04 set. 2015.

Bibliografia complementar:

ALMEIDA, Célia et al. A concepção brasileira de “cooperação Sul-Sul estruturante em saúde”. Reciis, Rio de Janeiro, v. 4, n. 1, p.35-35, 2010. Fundacao Oswaldo Cruz. DOI: 10.3395/reciis.v4i1.343pt. Disponível em: <http://www6.ensp.fiocruz.br/radis/sites/default/files/pdf/a-concepcao-brasileira-de-cooperacao-sul-sul-estruturante-em-saude.pdf>. Acesso em: 04 set. 2015.

BUSS, Paulo Marchiori; FERREIRA, José Roberto. Diplomacia da saúde e cooperação Sul-Sul: as experiências da Unasul saúde e do Plano Estratégico de Cooperação em Saúde da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP). Reciis, Rio de Janeiro, v. 4, n. 1, p.106-118, mar. 2010. Fundacao Oswaldo Cruz. DOI: 10.3395/reciis.v4i1.351pt. Disponível em: <http://www6.ensp.fiocruz.br/radis/sites/default/files/pdf/diplomacia-da-saude-e-cooperacao-sul-sul-as-experiencias-da-unasul-saude-e-do-plano-estrategico-de-cooperacao-em-saude-da-comunidade-de-paises-de-lingua-portuguesa-cplp.pdf>. Acesso em: 04 set. 2015.

LIMA, Maria Regina Soares de. A política externa brasileira e os desafios da cooperação Sul-Sul. Revista Brasileira de Política Internacional, Brasília, v. 48, n. 1, p.24-59, jun. 2005. FapUNIFESP (SciELO). DOI: 10.1590/s0034-73292005000100002. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-73292005000100002>. Acesso em: 04 set. 2015.

BENATAR, Solomon R.. Moral Imagination: The Missing Component in Global Health. Plos Med, [s.l.], v. 2, n. 12, p.1-2, dez. 2005. Public Library of Science (PLoS). DOI: 10.1371/journal.pmed.0020400. Disponível em: <http://www.plosmedicine.org/article/fetchObject.action?uri=info:doi/10.1371/journal.pmed.0020400&representation=PDF>. Acesso em: 04 set. 2015.

SARAIVA, Miriam Gomes. As estratégias de cooperação Sul-Sul nos marcos da política externa brasileira de 1993 a 2007. Revista Brasileira de Política Internacional, v. 50, n. 2, pp. 42-59, 2007. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbpi/v50n2/a04v50n2.pdf>. Acesso em: 04 set. 2015.

SANTOS, Roberta de Freitas; CERQUEIRA, Mateus Rodrigues. South-South Cooperation: Brazilian experiences in South America and Africa. História, Ciências, Saúde-manguinhos, Rio de Janeiro, v. 22, n. 1, p.23-47, mar. 2015. Fap UNIFESP (SciELO). DOI: 10.1590/s0104-59702015000100003. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-59702015000100023&script=sci_arttext>. Acesso em: 04 set. 2015.