Menuidioma

Prorrogadas consultas sobre rotulagem de alimentos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) prorrogou até 9 de dezembro de 2019 o prazo para envio de contribuições sobre a proposta de regulamentação da rotulagem nutricional frontal de alimentos no Brasil.

Clique aqui para enviar comentários e sugestões à proposta da Agência. São duas consultas abertas: a CP 707, que trata do modelo de rotulagem frontal, entre outras disposições; e a CP 708, que se refere à instrução normativa com os requisitos técnicos relacionados à rotulagem dos alimentos pelas indústrias.

De acordo com a Anvisa, as mudanças são necessárias, porque o modelo atual dificulta a leitura dos rótulos nutricionais. Letras muito pequenas, por exemplo, atrapalham a identificação visual. Há ainda a falta de conhecimento nutricional. Boa parte dos consumidores não entendem as informações contidas nas embalagens.

Entre as alterações propostas, a Agência pretende criar um modelo de alerta para que os consumidores possam identificar alimentos com alto teor de açúcares adicionados, sódio e gorduras saturadas. O alerta inclui o desenho de uma lupa na parte da frente das embalagens dos alimentos com os avisos: alto teor de açucares adicionados, gorduras ou sódio.

Confira aqui a entrevista realizada com a consultora em pesquisa e nutrição da ACT Promoção da Saúde sobre a regulação de alimentos ultraprocessados no Brasil.