Menuidioma

Nethis realiza debate sobre evidências científicas em saúde e segurança humana

Como utilizar as melhores evidências científicas para iniciativas de cooperação em saúde? Essa discussão será feita na próxima sessão do IX Ciclo de Debates, que acontece no dia 21 de junho, às 8h30, no auditório interno da Fiocruz Brasília.

Inscreva-se gratuitamente aqui.

De acordo com o pesquisador em Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em Brasília Jorge Barreto, é preciso identificar o conhecimento científico, sintetizá-lo e traduzí-lo para que as informações possam fluir de maneira sistemática e transparente entre os diversos setores da sociedade. “Alguns pesquisadores se dedicam a tarefa de fazer uma avaliação crítica desse material e categorizá-lo: o que é diagnóstico, o que é terapêutico e o que é prevenção”, explica Barreto. “Agrupamos esses estudos no que chamamos de síntese de evidência, que são documentos geralmente desenhados para informar tomadores de decisão”, esclarece o pesquisador convidado para palestrar nesta sessão do Ciclo de Debates.

Barreto apresentará plataformas de apoio ao uso do conhecimento científico para a tomada de decisão em saúde global. “São mecanismos especialmente estabelecidos para facilitar o uso do conhecimento científico”, explica o palestrante. Barreto ressalta a importância de compreender quais lições podem ser assimiladas com o uso dessas plataformas em outros países, porque a partir delas pode-se extrapolar as discussões para o nível global, recaindo em pactos internacionais relacionados, por exemplo, à redução da poluição ou à diminuição do uso de agrotóxico.

Além do pesquisador, também participará do debate o coordenador do Centro de Relações Internacionais da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (CRInter/UFMG), Ulysses Panisset. O oficial de inteligência da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) Eriton Pompeu será o coordenador da mesa.

CICLO DE DEBATES – O IX Ciclo de Debates sobre Bioética, Diplomacia e Saúde Pública é organizado pelo Núcleo de Estudos sobre Bioética e Diplomacia em Saúde (Nethis/Fiocruz Brasília). Neste semestre, o tema geral é “Saúde e Segurança Internacional”, elaborado em conjunto com a Abin. A Organização PanAmerticana da Saúde (Opas) apoia a realização das sessões do Ciclo de Debates.