Menuidioma

NETHIS e COC/Fiocruz promoverão encontro de programas de PG

  • 5 de Março de 2012

Nesta terça-feira (28/02), reuniram-se na Casa de Oswaldo Cruz (COC/FIOCRUZ) Nara Azevedo, diretora da COC; José Paranaguá de Santana, consultor da OPAS no Brasil e coordenador do Projeto Nethis (Acordo OPAS-MS/FIOCRUZ); e Carlos Henrique Assunção Paiva, pesquisador do Observatório História e Saúde (COC/Fiocruz) e bolsista do Nethis. Em pauta, o apoio da COC para consolidação do Núcleo de Estudos criado no âmbito do Centro de Relações Internacionais em Saúde (CRIS) e sediado na Diretoria de Brasília.

Um dos temas foi a realização de uma reunião dos programas de pós-graduação em Bioética, Relações Internacionais e Saúde Pública / Coletiva do país. Esse evento, segundo o coordenador do Nethis, dará continuidade aos esforços que já vem sendo realizados para congregar especialistas e estudiosos dessas áreas e estimular o debate e investigações relativas à perspectiva da bioética na cooperação internacional em saúde, particularmente na linha da cooperação sul-sul.

A colaboração entre o NETHIS e a COC inclui a publicação de um dossiê temático na Revista História, Ciência, Saúde – Manguinhos,  programada para o primeiro semestre de 2013, sob a temática ´Bioética e Diplomacia em Saúde` e o estímulo e desenvolvimento de uma agenda de investigação conjunta  na área de saúde internacional.  A cooperação Nethis/COC também se expressa na organização de uma mesa de debates sobre bioética e diplomacia em saúde, a se realizar em setembro deste ano, na programação do “Encontro às Quintas”, evento promovido pelo Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde. Essas iniciativas estão alinhadas com as orientações do CRIS/FIOCRUZ, no sentido de subsidiar debates e encaminhamentos promovidos pela instituição ante os desafios e possibilidades que se apresentam para a política externa brasileira na área da saúde em nossos dias.

A Casa de Oswaldo Cruz é a unidade técnico-científica da Fundação Oswaldo Cruz que se dedica à preservação da memória da instituição e às atividades de pesquisa, ensino, documentação e divulgação da história da saúde pública e das ciências biomédicas no pais. Há concentração de investigações no campo da história das ciências e da saúde, com intensa publicação de trabalhos sobre a institucionalização, a produção de conhecimentos e de políticas públicas em ciência e saúde no Brasil, inclusive no campo da saúde internacional.

A boa acolhida a todas essas iniciativas por parte da direção da COC representa um estímulo importante para o avanço das atividades que vem sendo promovidas pelo Centro de Relações Internacionais em Saúde da Presidência, buscando integrar recursos e esforços das várias unidades da Fiocruz em prol da política externa brasileira na área de saúde.