Menuidioma

Livro sobre agente comunitário de saúde é lançado em Fortaleza

“Este livro registra depoimentos de dois sanitaristas comprometidos com os ideais que compartilham… Registros que reforçam a crença de que é possível fazer política de saúde com compromisso e responsabilidade”, trecho da obra Os Sanitaristas de Jucás e o Agente de Saúde lançado em 13 de dezembro, durante debate na Fiocruz Ceará.

De autoria do coordenador do Núcleo de Estudos sobre Bioética e Diplomacia em Saúde (Nethis/Fiocruz Brasília), José Paranaguá de Santana, e da professora do Departamento de Saúde Coletiva da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Janete Lima de Castro, o livro reúne memórias do coordenador da Fiocruz Ceará, Antônio Carlile Holanda Lavor, e da assistente social Miria Campos Lavor a respeito da construção de um novo ator em saúde pública no Ceará, o agente de saúde. Na década de 70, é implementada em Jucás, município do sertão cearense, a figura do agente de saúde, treinado para observar os aspectos sociais da comunidade em que estava inserido. A experiência exitosa foi disseminada por todo o Estado como parte de um programa de emergência, criado em decorrência da forte seca, entre 1987 e 1988. Confira aqui a íntegra da obra.

Em formato de entrevista, o livro convida o leitor a uma jornada em formato de trilogia, propondo uma reflexão sobre o modo de construir políticas públicas de saúde. Na primeira parte, os entrevistados recordam a atuação em saúde pública no Brasil, desde a cidade de Jucás, passando por Brasília, até o retorno ao interior cearense. O segundo ato revela a experiência em consultoria internacional em um município da capital de Angola e o trabalho realizado junto ao Ministério da Saúde desse país. Por último, a implementação de uma nova unidade de ensino e pesquisa em saúde pública, a Fiocruz Ceará, e ainda, a colaboração para criação de um novo curso de medicina no Estado.

DEBATE – o lançamento ocorreu durante o debate “Os desafios da Estratégia de Saúde Família no contexto atual”. O evento contou com a participação de estudantes do mestrado da Rede Nordeste de Saúde da Família, agentes comunitários de saúde de várias regiões do Ceará e profissionais de saúde do Eusébio e outros municípios cearenses.

HOMENAGEM – o colégio de procuradores de Justiça do Ministério Público do Ceará manifestou, por unanimidade, voto de congratulações ao coordenador do Nethis pelo lançamento da obra. Veja aqui.