Menuidioma

Covid-19: Congresso discute os desafios para a convergência entre saúde e economia

  • 24 de Setembro de 2020
Seguem abertas as inscrições gratuitas para o VI Congresso Latino-americano e Caribenho de Saúde Global, que acontece virtualmente entre 28 e 29 de outubro

“Achatar a curva da pandemia para crescer. O desafio da convergência e articulação entre saúde, economia, aspectos sociais e produtivos” é o tema da primeira conferência do VI Congresso Latino-americano e Caribenho de Saúde Global, que recebe inscrições até as 16h do dia 21 de outubro.

Inscreva-se aqui para o VI Congresso Latino-americano e Caribenho de Saúde Global. As inscrições são gratuitas.

Estão previstas para a conferência de abertura as participações da diretora da Organização Pan-americana da Saúde (Opas/OMS), Carrissa Etiene, e da assessora Simone Cecchini, representante da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal).

Em julho, as duas instituições emitiram um relatório conjunto, em que defendem o achatamento da curva de contágio da pandemia de Covid-19 como condição fundamental para a retomada da economia na região.

Também participam da conferência a presidente da Fiocruz, Nisia Trindade Lima, e o vice-presidente da Aliança Latino-Americana para a Saúde Global (Alasag), Giorgio Solimano. O coordenador do Centro de Relações Internacionais da Fiocruz, Paulo Buss, conduz a mesa de debates.

Confira a programação completa do VI Congresso Latino-americano e Caribenho de Saúde Global.

Sem saúde, a economia não avança

Para enfrentar a pandemia e os seus efeitos a curto e longo prazo, a Opas/OMS e a Cepal propõem um conjunto de princípios que devem orientar a convergência entre saúde e economia:

  1. Vida, saúde e bem-estar são fundamentais e são pré-requisitos para retomar a economia;
  2. A redução das desigualdades deve ser um eixo norteador para as políticas em todas as fases;
  3. A proteção social é uma ferramenta central para enfrentar a pandemia;
  4. A priorização da saúde e o fortalecimento dos sistemas de saúde com foco na atenção primária deve ser considerada a base necessária para responder a todas as fases da pandemia;
  5. O fortalecimento da capacidade de governo do Estado é condição indispensável para a reconstrução;
  6. O diálogo e a participação social são necessários para uma convergência abrangente entre a saúde e economia;
  7. A promoção da saúde deve ser apoiada por medidas baseadas em evidências em todas as fases de resposta à pandemia.

Leia a íntegra do relatório conjunto “Saúde e economia: uma convergência necessária para enfrentar a COVID-19 e retomar o caminho para o desenvolvimento sustentável na América Latina e no Caribe”.

O VI Congresso Latino-americano e Caribenho de Saúde Global é organizado pela Aliança Latino-Americana para a Saúde Global (Alasag).