Menuidioma

Biblioteca Virtual em Saúde do Nethis/Fiocruz é centro cooperante da Lilacs

  • 2 de Setembro de 2014

lilacs

A Biblioteca Virtual em Saúde Bioética e Diplomacia em Saúde (BVS Nethis) iniciou a submissão de seu acervo técnico e científico a Lilacs – o mais importante e abrangente índice de literatura científica e técnica da América Latina e Caribe. A BVS Nethis se tornou centro cooperante da Lilacs em agosto deste ano, quando cumpriu os critérios de qualidade do índice.  

De acordo com a bibliotecária responsável pelo monitoramento de instâncias e projetos da Bireme, Juliana Sousa, os centros cooperantes são instituições que compõem a Rede BVS e contribuem com fontes e serviços de informação de uma ou mais Instância BVS. Neste caso, o Nethis/Fiocruz é o centro cooperante e a BVS Bioética e Diplomacia em Saúde é a instância BVS. “Um centro cooperante representa os interesses da sua instituição na BVS em relação à área de informação científica e técnica em saúde, além de contribuir para a visibilidade da produção científica e técnica em saúde da sua instituição na BVS por meio de publicação de repositório próprio, contribuição com bases como a Lilacs e atividades relacionadas à manutenção e qualidade das mesmas”, explica.

A bibliotecária do Nethis/Fiocruz Neilia Almeida avalia a importância de fazer parte de uma base de dados que está presente em 27 países e tem em seu acervo mais de 685 mil registros da área de saúde. “A metodologia Lilacs é muito rigorosa e existem diferentes critérios que são adotados para que um item componha seu acervo. Cooperar com Lilacs nos permite difundir nosso arcabouço temático em uma base de dados reconhecido pela sua qualidade em âmbito internacional.”

“A BVS Bioética e Diplomacia em Saúde teve um rápido e inovador desenvolvimento e tem cumprido seu objetivo e missão, que é proporcionar visibilidade e acessibilidade dos documentos deste campo interdisciplinar (Bioética, Relações Internacionais e Saúde Pública) e da produção científica do Nethis”, afirma a bibliotecária responsável pelo monitoramento de instâncias e projetos da Bireme, Juliana Sousa.

INÉDITO – A BVS Bioética e Diplomacia em Saúde é a única da Rede BVS a utilizar uma plataforma diferente, o “Dspace”, ferramenta que abrange a base de dados da BVS e também servirá como repositório de todas as publicações do Nethis/Fiocruz, independente de seu formato, como por exemplo: vídeos, documentos em PowerPoint, entre outros. O ineditismo do uso do sistema operacional culminou no trabalho “Repositórios Institucionais: caso da BVS Bioética e Diplomacia em Saúde”, que será apresentado no XVIII Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias, em novembro de 2014 (leia mais).