Menuidioma

Autores da Editora Fiocruz participam de debate sobre saúde e globalização na Fiocruz Brasília

Entre as muitas crises humanitárias contemporâneas, a situação da mobilidade humana internacional e a saúde de migrantes são temas que geram inúmeros dilemas e desafios. Exemplo disso é o recente endurecimento da política de imigração pelo atual governo francês.

Para debater essa e outras questões referentes à saúde em regiões de fronteiras, o Núcleo de Estudos sobre Bioética e Diplomacia em Saúde (Nethis), na Fiocruz Brasília, promove, no dia 21 de novembro (quinta-feira), às 14h, o evento X Ciclo de Debates: Saúde e Globalização.

Participam do debate dois autores da Editora Fiocruz: Deisy Ventura, professora titular da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (FSP/USP), e Rivaldo Venâncio, coordenador de Vigilância em Saúde e Laboratórios de Referência da Fiocruz.

A docente e pesquisadora da USP é autora do livro Saúde de Migrantes e Refugiados, título que integra a recente produção da coleção Fazer Saúde da Editora Fiocruz. Além do debate, o evento contará também com o lançamento da obra em Brasília.

Rivaldo Venâncio, que é também professor titular da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (Famed/UFMS), é um dos organizadores do premiado Dengue: teorias e práticas. Lançado em 2015 pela Editora Fiocruz, o livro foi primeiro colocado na categoria Ciências da Vida do Prêmio da Associação Brasileira das Editoras Universitárias (Abeu) 2016 e finalista do Prêmio Jabuti 2016, na categoria Ciências da Saúde.

As inscrições para o debate Saúde e Globalização são gratuitas e os participantes recebem certificado emitido pela Escola Fiocruz de Governo (EFG), em Brasília. Inscreva-se aqui.

O livro e a coleção Fazer Saúde
Saúde de Migrantes e Refugiados tem coautoria de Veronica Yujra, doutoranda em Patologia pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). A obra levanta uma das questões mais urgentes da contemporaneidade: a mobilidade humana internacional e as condições de saúde de migrantes e refugiados no Brasil e em diversas partes do mundo.

Com um enfoque atualizado e preciso sobre o tema, o título é “fruto da produção híbrida de uma migrante boliviana e trabalhadora do Sistema Único de Saúde e de uma pesquisadora de alto nível no fascinante campo da saúde global”, destaca o professor e pesquisador Paulo Buss, ex-presidente da Fiocruz. Deisy Ventura é doutora em Direito Internacional pela Universidade de Paris I Pantheón-Sorbonne (França). Já Veronica Yujra é cirugiã-dentista e fundadora do coletivo Sí, Yo Puedo!, espaço de acolhimento que promove a integração de migrantes em São Paulo.

Em cinco capítulos, as pesquisadoras abordam a situação atual da mobilidade humana no mundo e da imigração no Brasil, a saúde como um direito humano para as comunidades de migrantes e refugiados, além de resumos sobre as experiência realizadas na Secretaria de Saúde do município de São Paulo, que, em 2016, contemplou rodas de conversas e sensibilização entre gestores e trabalhadores da saúde em unidades com grande fluxo de migrantes internacionais.

Com oito títulos já lançados, a coleção Fazer Saúde pretende contribuir para a qualificação de profissionais, pesquisadores e gestores do SUS, estimulando o diálogo entre conhecimentos científicos, educação, inovações tecnológicas, saberes e práticas em saúde. A obra vai ao encontro dos preceitos da coleção, destacando a necessidade de acolhimento aos migrantes e refugiados como um fator de enriquecimentos para a sociedade, expressando, portanto, um projeto de fortalecimento de um SUS multicultural, “um SUS que respeite, que acolha e cuide de todo e qualquer tipo de diferença humana”, defendem as autoras.

Lançamentos
Em agosto, Saúde de Migrantes e Refugiados teve pré-lançamento no Museu da Imigração de São Paulo com as presenças das duas autoras. Em setembro, Deisy Ventura participou de apresentação e lançamento do livro na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), durante a programação do evento “X Seminário Nacional da Cátedra Sérgio Vieira de Mello”. Já em novembro, a Faculdade de Saúde Pública da USP sediou o lançamento do livro, organizado pelo Doutorado em Saúde Global e Sustentabilidade, curso em que Deisy é coordenadora e docente permanente.

No dia 11 de dezembro, a obra fará parte do lançamento coletivo da Editora Fiocruz, a partir das 17h, na Cinemateca do MAM, no Rio de Janeiro. O livro é um dos 14 títulos publicados pela Editora em 2019.

Ciclo de Debates
O Ciclo de Debates é promovido pelo Nethis/Fiocruz Brasília. A representação brasileira da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas/OMS) apoia a realização das sessões. Neste segundo semestre de 2019, o ciclo tem formato de curso a distância sobre saúde em região de fronteiras. Saiba mais aqui.

Serviço | Lançamento do livro Saúde de Migrantes e Refugiados (Editora Fiocruz | Coleção Fazer Saúde)
X Ciclo de Debates: Saúde e Globalização
Data: 21 de novembro (quinta-feira)
Horário: 14h
Local: Fiocruz Brasília – Auditório interno
Endereço: Avenida L3 Norte, s/n
Campus Universitário Darcy Ribeiro, Gleba A, Brasília – DF

 

Fonte: Marcella Vieira/Editora Fiocruz